BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


segunda-feira, 10 de agosto de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 240 BIZARRAS "VARIEDADES"!



"Porque há tanta coisa ainda que nunca vi de frente: em cada bosque, em cada fonte há um verde diferente. 
Mas enquanto sentado ao pé do fogo, eu penso em gente que se desfez.... Mas enquanto sentado penso em tanta coisa morta, atento espero, pés voltando e vozes junto à porta" (J. R. R. Tolkien - O Senhor dos Anéis)




Sim, há muitas vozes junto à porta! Acima, você vê um antigo cartaz de um show itinerante de variedades, especialista em exibir ao público as coisas mais estranhas existentes na Terra. Obviamente havia muitas fraudes e montagens nesses bizarros espetáculos, sempre prestigiados por um grande público. Em contrapartida, porém, uma vez que os museus e as entidades de pesquisas sempre "torciam o nariz" para algumas dessas insólitas curiosidades - estamos nos referindo às AUTÊNTICAS, sempre encontradas aqui ou acolá e sobretudo capazes de contrariar tudo aquilo que se acha solidamente estabelecido e intocável - os responsáveis por esses shows de variedades sempre avidamente as compravam, de modo a enriquecer os seus inusitados acervos. Hoje em dia, parece que o problema continua: essas coisas estranhas ainda continuam a ser achadas, contudo ora escondidas do grande público, ou então relegadas a um segundo plano, "dormindo" solitárias nos empoeirados subterrâneos dos museus, ora simples e sumariamente eliminadas de modo a não causarem muitas celeumas. Pegue então o seu ticket e entre, pois o intrigante reino do Realismo Fantástico tem também o seu vasto e sempre inesgotável show das mais chocantes variedades: (IMAGEM: especial cortesia do nosso estimado visitante Luis Esteves - Portugal)


Assim como, por exemplo, essa imagem que nos mostra a múmia de uma criatura, ao que consta resgatada dos mares e espantosamente dotada de traços meio humanos! Certamente você não encontrará nada parecido em um convencional tratado de Biologia. (IMAGEM: especial cortesia do nosso estimado visitante Luis Esteves - Portugal)


Ou então veja essa outra assustadora coisa, encontrada no Japão e classificada como sendo um dos famosos "Chupacabras" - criaturas não identificadas que dsde muito promovem os seus sinistros estragos por aqui! (FOTO: Takeshi Yamada)


O certo é que algumas dessas "coisas estranhas" andam mesmo por aqui "fazendo das suas". Além dos rebanhos (e por vezes até mesmo os próprios seres humanos!), nem sequer os menores animais domésticos escapam das suas sanguinárias investidas. A recente notícia acima, oriunda do Texas, EUA, relata que as autoridades policiais de Santa Rosa andam às tontas com uma série de ataques aos gatos, cujos corpos têm aparecido horrivelmente mutilados e drenados dos seus órgãos internos. Como diz a notícia, uma recompensa de mil dólares é oferecida para quem denunciar "a pessoa (ou as pessoas) responsáveis por essas atrocidades". Uma recompensa que certamente jamais será paga.....


.... Justamente por que o "responsável", ou melhor dizendo, "os responsáveis" por essas atrocidades NÃO SÃO MESMO DESTE MUNDO! Na foto acima, mais um bichano literalmente cortado ao meio, também surgido no território do Texas.


.... E aqui mais um outro! O problema, porém, está igualmente ocorrendo na Califórnia, mostrando assim que não se trata de ocorrências meramente setorizadas, porém de caráter muito mais amplo.


Acima, o Raio-X de mais um caso de mutilação de gatos. O mais impressionante de tudo (o que, por sinal, não nos causa nenhuma surpresa tendo em vista milhões de ocorrências semelhantes espalhadas por todas as partes do mundo), é que os peritos invariavelmente se deparam com avançadas tecnologias, além de sofisticados métodos cirúrgicos, ainda não disponíveis no nosso planeta, provando que se trata de obra de seres inteligentes! (IMAGENS: especial cortesia do nosso estimado visitante Luis Esteves - Portugal)


Por isso mesmo é que adoramos Holywood e alguns dos seus filmes sempre muito sutis que, assim como "quem não quer nada", veladamente transmitem certas verdades que seriam chocantes em demasia para as massas. ALF, o ET-EIMOSO, o simpático bichinho alienígena do seriado humorístico, que caiu na Terra sendo abrigado em sigilo por uma família que sofre com as suas hilariantes trapalhadas, nada teria de ficção ou sequer meras coincidências. O Governo Norte-americano secretamente classifica os aliens que chegam nos seus UFOs ao nosso mundo como EBEs ("Entidades Biológicas Extraterrestres"), ou ainda ALFs ("Alien Life Forms" - ou "Formas de Vida Alienígenas"). Como ponto notavelmente comum, ALF, o ET-EIMOSO, precisamente o travesso alien do tal seriado, adora.... SE ALIMENTAR DE GATOS - e o seu "sonho dourado", vejam só, é justamente atrair e devorar o felpudo gatinho da família que o abriga!


O assunto, porém, é muito mais sério do que se possa pensar. E não pode mesmo haver quaisquer surpresas nisso! Criaturas bizarras, vindas sabe-se lá de onde, já eram mesmo retratadas desde os mais remotos períodos ditos pré-históricos. A imagem acima nos mostra uma estranha pintura rupestre encontrada em uma caverna de Kimberley, Austrália. Nela, além do inusitado personagem visto em primeiro plano, podemos ver, bem ao fundo, a imagem de uma criatura extraordinariamente semelhante ao "chupacabras" - se é que era mesmo isso - aqui mostrado em foto anterior. Compare.


E agora VEJA ISTO! Trata-se de uma múmia absolutamente estranha, evidentemente de natureza extraterrestre. E não se trata de nenhuma fraude ou montagem, assim como poderiam argumentar alguns céticos, uma vez que esse curioso, além de inusitado, objeto arqueológico acha-se em poder do Instituto de Investigaciones Y Estudos Exobiológicos, sob a supervisão direta do seu Presidente, o Dr. Ramón Navia-Osório.....


Trata-se de uma criatura totalmente fora dos tradicionais padrões conhecidos, dotada de reduzida estatura e de um crânio alongado. Em suma, é mesmo extraterrestre.....


....Onde aqui podemos vê-la em posição lateral, mostrando todos os insólitos contornos da bizarra estrutura do seu corpo. E se está sendo objeto de estudos, assim como o nome bem o diz, em um Instituto de Estudos Exobiológicos, essa coisa não é mesmo deste mundo e veio mesmo, portanto, "de fora"! (FOTOS: Instituto de Investigaciones Y Estudos Exobiológicos)


E quando o assunto é "Coisas Estranhas", não custa nada revermos as duas curiosas múmias encontradas na tumba do faraó Tutankhamon. Devidamente acondicionadas em pequenos sarcófagos, os arqueólogos ficaram totalmente atônitos quando delas retiraram as bandagens: essas coisas não eram deste mundo!


E aqui está a segunda múmia. Sem conseguirem explicar que coisas seriam mesmo essas e principalmente de onde teriam vindo, logo arranjaram uma "brilhante" solução:"deveriam ser dois fetos, natimortos, filhos do faraó". Uma clássica manobra para tapar o Sol com uma peneira: a menos que Tutankhamon estivesse "grávido" quando morreu, perdendo assim os dois filhos que gerava no ventre, o que seria absurdamente ilógico além de simplesmente hilariante, não existe outra explicação mais lógica de que o rei menino fora acompanhado no seu último local de descanso pelos corpos reverenciados no Antigo Egito de duas entidades alienígenas que certamente estiveram presentes naquelas terras. Tanto que, muito discretamente deram o necessário (e também muito conveniente) sumiço a elas e aos seus respectivos sarcófagos. Por que? Não é muito difícl de deduzir, mas, para total azar desses prestidigitadores da verdade, tem sempre alguém que fotografa e felizmente divulga tudo aquilo que eles sempre teimosamente insistem em esconder.


E você quer um outro exemplo típico e até bastante recente? Então, veja essa imagem, registrando o momento em que um surpreso arqueólogo desenterra das areias uma coisa absolutamente surpreendente.....


.... E junto a ela os perplexos trabalhadores - pelas suas vestimentas, ao que parece no Egito - descobrem dois gigantescos esqueletos, tudo, como sempre, totalmente fora dos padrões conhecidos! E ainda mais uma vez temos a prova de que os relatos bíblicos tinham toda a razão quando tacitamente afirmavam que havia mesmo gigantes na face da Terra nos seus mais remotos tempos! (FOTOS: por especial cortesia do nosso estimado visitante Jacobo Lanzas - Espanha)


E sem qualquer dúvida, desde os mais remotos tempos, certas coisas bastante estranhas circulavam pelo nosso mundo. Na foto acima, você vê um crânio fossilizado encontrado em um sítio arqueológico datado de milhares de anos recuados em nosso desconhecido obscuro passado. E não se pode afirmar que isso se trate de uma simples rocha dotada de formato estranho, uma vez que os seus detalhes são extremamente nítidos e, portanto, falam por si.


E que tal revermos um dos inúmeros crânios de desconhecidas criaturas, encontrados por trabalhadores durante obras no próprio Vaticano, a sede da Igreja Católica em Roma? Os seus pequenos corpos estavam enterrados em um local secreto nos subterrâneos há centenas de anos, e a cripta deste local foi rotulada como sendo "Sepultura de anjos". Os olhos oblíquos desses "anjos", bem como as suas muito peculiares características, não podiam ser mais reveladoras - são aliens da tipologia gray!


Mas, não adianta nada esconder, pois a verdade sempre vem à tona. Nessa imagem, contrabandeada por alguém, vemos a autópsia de uma entidade alienígena efetuada em uma base militar, possivelmente norte-americana.


Aqui, mais detalhes da operação de autópsia quando era efetuado o rebatimento - técnica clássica de Medicina Legal - da dura couraça da criatura. Sabe-se, segundo relatórios altamente secretos, que esses seres denotam ter sido expostos a uma alta dose de radioatividade. E quer saber porque escondem tudo isso? Pelo simples fato de que essas criaturas estariam por aqui tentando se livrar do seu mundo em extinção, para um dia qualquer finalmente se apoderarem do NOSSO!


E agora VEJA ISTO! Uma outra entidade alienígena aparentemente mumificada ou morta. Mas o quê exatamente fariam esses tubos e esses módulos de monitoramentos médicos no seu corpo? Claro que isso jamais seria um procedimento adequado ao exame de uma múmia. E muito evidentemente que a coisa não estava tomando um "milk shake", podendo, em contrapartida, ter sido captura VIVA, ocasião em que estariam realizando esforços de modo a mantê-la viva ou então, quem sabe, reanimá-la!!!


E nessa outra imagem vemos dois estranhos fósseis prensados em rochas e supostamente encontrados em um sítio arqueológico datado de milhões de anos de idade: pequenas criaturas cujos formatos são meio humanos e além de tudo dotadas de asas! Não se sabe o exato local dessa insólita descoberta, porém, se forem peças arqueológicas autênticas os doutores em Biologia estarão mesmo em sérios apuros..... E forçosamente, então, teremos que concordar que o velho mito de criaturas aladas chamadas "fadas" deixaria de ser um mito e, por conseguinte, teria mesmo algum fundo de verdade!


Sim, não somos os primeiros! Muito antes de nós, este nosso pequeno mundo foi visitado por inteligências infinitamente superiores às nossas. E as provas quanto a isso existem, muito embora estejam devidamente suprimidas. A imagem acima nos mostra um curioso artefato datado dos tempos pré-históricos - isto é, milhões de anos recuados no distante passado e quando talvez nem mesmo o homem terrestre estivesse por aqui - elaborado em uma liga metálica desconhecida e muito semelhante a um projétil das nossas modernas armas de fogo! Aliás, a sua constituição prova que se tratava mesmo de um letal projétil. Mas adequado a QUE tipo de arma? E QUEM exatamente a teria portado?


Portanto, Prezado Visitante, observando essa outra imagem do corpo sem vida de uma outra criatura que evidentemente não faz parte deste mundo, acondicionada em um recipiente metálico, possivelmente de refrigeração e certamente em poder de uma instalação militar altamente secreta qualquer, vamos encerrar por aqui este nosso pequeno show de bizarras "variedades", tendo, por conseguinte, a mais plena certeza de que, por vezes, a realidade torna-se plenamente capaz de superar até mesmo a própria e mais ousada das ficções!







O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 239 CAMINHOS ENTRELAÇADOS



"Não posso conceber que o relógio exista e não exista o Relojoeiro" (Voltaire - Filósofo e escritor francês, 1694-1778)








Quem sabe essa imagem não seja uma lição de humildade? Deus, pode, por vezes, ter desejado mostrar ao homem que ele, o ser pensante, está espalhado por toda a sua Maravilhosa Criação. E quem sabe se a Mente Divina que a Tudo Permeia, o que em síntese vem a ser o próprio Universo, não plasme em alguns lugares as suas Sublimes Ideações? Essa intrigante foto nos revela a nebulosa Keyhole, a qual estranhamente parece ter "desenhado" a nítida face de uma criatura humana. De fato, a criatura humana, isto é, o ser complexo, dotado de membros que possibilitam a sua locomoção, olhos que sondam os ambientes, e a maior de todas as maravilhas que é o cérebro, parece representar uma espécie comum presente em todos os quadrantes do Cosmos, sempre sob as formas que lhes são mais congeniais aos ambientes em que vivem e onde quer que existam as condições necessárias à sua adaptação e desenvolvimento. Miríades de estrelas possuem os seus sistemas planetários onde, forçosamente, a vida torna-se uma condição essencialmente matemática e comum, sempre que existam as oportunidades para que ela venha a se manifestar e evoluir. (FOTO: NASA)


A vida é mesmo maravilhosa e não faria, pois, qualquer sentido todo esse resplandecente Universo estar vazio, ter sido criado apenas para o nosso próprio deleite. Recentes fotos tomadas pelas nossas sondas exploratórias nos corpos celestes mais próximos, nos mostram essa espantosa realidade - a verdade de que não estamos sós nesta maravilhosa vastidão estrelada que nos cerca. A foto acima, supostamente tomada no solo de Marte por uma sonda da NASA, nos mostra algo que escondem mas de fato existe: resquícios de VEGETAÇÃO, provando que mesmo após a antiga devastação que destruiu todo aquele planeta, a vida jamais poderia ser totalmente extinta, uma vez que é imanente por si própria e, assim sendo, sempre e apesar de quaisquer circunstâncias adversas, de forma maravilhosa ressurgirá!


Marte, um planeta do nosso Sistema Solar e relativamente próximo de nós, está dentro da chamada "faixa sustentadora de vida", isto é, um corpo celeste planetário cuja distância em relação ao Sol permite (ou permitiu, assim como as evidências nos demonstram) ) até mesmo o advento de uma fantástica e muito evoluída civilização. E as provas disso, muito embora neguem e oficialmente se recusem a admitir, são inegáveis. A região marciana denominada Cydonia, além de ostentar o famoso rosto, bem como inúmeras formações piramidais, igualmente apresenta essa intrigante e bastante reveladora surpresa: uma enorme face leonina que pode ser vista quase na extremidade superior esquerda da imagem.....


.... E aqui mostrada em destaque, juntamente com o seu correspondente negativo. Não há mesmo qualquer dúvida que se trata de uma obra intencional, elaborada em um passado remotíssimo por seres inteligentes. Note-se também a existência de algumas pirâmides nessa área.


Aliás, a NASA tem uma "explicação" (a oficial, é claro) de que "tais pirâmides não passam de meras formações naturais, causadas simplesmente pela ação dos ventos". Ou seja, uma ora os ventos marcianos sopram de um lado, depois de outro, depois de um outro e depois de outro, sempre em direções contrárias, formando assim estruturas erosivas que lembrariam pirâmides. Simplesmente hilariante! Se assim fosse a nossa Terra, onde por sinal os ventos são muito mais abundantes, estaria repleta de pirâmides naturais. Todavia, faz sentido pois você sabia que existe um documento governamental secreto que orienta a NASA no sentido de negar quaisquer evidências de vida extraterrestre que porventura possa encontrar? É exatamente o que parece estar acontecendo! Contudo, não é mesmo verdade que por vezes encontramos o nosso próprio destino precisamente no caminho em que dele desejamos fugir?


Portanto, não há mesmo como negar! As inúmeras evidências nesse sentido tornam-se altamente expressivas e irrefutáveis. Restos de antigas edificações se espalham por quase toda a superfície marciana.....

.
.... Assim como, por exemplo, essa outra estrutura em forma de domo - dificilmente uma formação natural. E ainda por cima ostenta uma entrada, como se fosse uma espécie de hangar!


E as surpresas não param por aí. Atualmente, nossas sondas exploratórias já percorrem o árido solo marciano e algumas fotos "proibidas" até mesmo mostram os restos de uma antiga PAVIMENTAÇÃO rochosa ou, quem sabe, aquilo que teria restado de uma antiga edificação! Ou seja, podemos afirmar, isso sem qualquer medo de errar, que "a casa no momento está vazia, mas "alguém" deixou a luz acesa".


E por falar em fotos proibidas, VEJA ISSO! Oficialmente trata-se de uma "rocha" postada no solo marciano e supostamente fotografada por um módulo exploratório da NASA...... Sem qualquer dúvida, uma espécie de "rocha" tão marota quanto suspeita. A grosso modo, não nos lembraria uma múmia? E se não é uma espécie de múmia, certamente é um cadáver, evidentemente alienígena. Note-se também que, bem ao lado dela, parece haver um destroço metálico e também a existência da nítida marca de um forte arrasto no solo!


Reveja agora o detalhe devidamente ampliado da tal "rocha marciana". De tão explícito que é, dispensa maiores comentários!


NADA, nada mesmo impede que em tempos muito remotos antigos colonizadores espaciais tenham chegado à nossa Terra e aqui se estabelecido, muito possivelmente tendo sido os nossos antigos e verdadeiros ancestrais. Como sabemos, nós, os chamados Homo Sapiens Sapiens, surgimos como que por encanto no cenário terrestre, e na MESMA época em que os primitivos habitantes - os chamados Neandertais - igualmente sumiram do mapa! E não há qualquer explicação oficial para esse misterioso evento, só que NÃO EXISTE o chamado Elo Perdido, tão decantado pela Ciência oficial e que supostamente nos ligaria aos primatas, e tampouco temos quaisquer parentescos com os desaparecidos Neandertalenses. Porém, a foto acima torna-se, por sua vez, bastante sugestiva: alguém há milhões de anos atrás e usando uma arma desconhecida abateu um Neandertal mediante o inegável disparo de um certeiro projétil, ou quem sabe algo muito semelhante (ou talvez melhor e mais mortífero) do que o raio Laser, o qual lhe trespassou o crânio!


Não há mesmo como fugir da insólita realidade de que em tempos muito recuados e desconhecidos, uma certa raça extremamente tecnológica e evoluída se fez presente na Terra. As pirâmides, tais como aquelas que se espalham pelo solo marciano, são, por assim dizer, a "marca registrada" de uma fantástica Engenharia que veio a superar os próprios limites da Engenharia. As provas de uma antiga conexão cósmica existente entre este nosso pequeno planeta e os astros representam outra fortíssima evidência de que nada misterioso e inexplicado daquilo que está espalhado pala face da Terra se tratou de um mero acaso ou sequer de uma simples coincidência. Os muito precisos corredores da Grande Pirâmide de Gizé, por exemplo, apontam DIRETAMENTE para algumas constelações no exato ponto e nas exatas coordenadas em que se encontravam há dezenas de milênios de anos, antes de a própria Civilização Egípcia lá ter se estabelecido como cultura organizada.


E já está mais do que provado de que as pirâmides de Gizé ostentam uma nítida correlação com a Constelação de Órion. Nada ali foi mesmo erigido por mero acaso. Por outro lado, descobriu-se também que essas três pirâmides estavam igualmente alinhadas com MARTE no ano 10.399 Antes de Cristo, isto é, cerca de 12 mil anos antes da nossa Era. É, de fato, algo simplesmente estonteante, uma vez que a posição radial que parte da Esfinge irradia diretamente para as constelações que mais tarde formariam o nosso Zodíaco, tudo espantosamente coincidindo com as medições da Antiga Suméria!!!


E como já lhe revelamos através das nossas páginas, em TUDO, TUDO mesmo, os antigos Egípcios eram muito sutis através do elevado simbolismo que operavam e praticavam. Assim, seus deuses nada mais eram do que representações das FORÇAS UNIVERSAIS com as quais lidavam. Reverenciavam assim no seu intrincado Panteão precisamente os "seres divinos" que em tempos remotíssimos possibilitaram a expansão e o desenvolvimento da sua avançada cultura.


E agora, VEJA ISSO TAMBÉM! Trata-se de um estranho disco em poder do Museu do Cairo, descoberto pelo egiptólogo Brian Walter Emery em 1936, o qual foi encontrado em uma mastaba situada ao Norte de Saccara, precisamente na tumba de número 3111, pertencente a Seb-Hu, ou Sab-hu- um príncipe praticamente desconhecido e personagem da Primeira Dinastia Egípcia. E veja bem: estamos nos referindo à PRIMEIRA DINASTIA, cerca de 5 mil anos Antes de Cristo, quando oficialmente, segundo a História clássica,"começou de maneira rudimentar a Civilização Egípcia". Isto que você vê é TECNOLOGIA, Nada menos que PURA TECNOLOGIA, impossível de ter existido naquela distante época! E que tipo de metal ou máquina de altíssima precisão foi forçosamente empregado naqueles distantes e primitivos tempos? Que hábeis metalúrgicos teriam realizado tal façanha de modo a criar uma forma tão perfeita, simétrica, estruturalmente complexa? E exatamente PARA QUÊ teriam feito isso?


O estranho objeto tem um porte médio, 61 centímetros de diâmetro e 10,6 centímetros de altura na sua parte central, sendo dotado de uma perfeita simetria. Perfeita em demasia! As suas triplas curvaturas são orientadas em 120 graus com relação à periferia. Foi confeccionado de modo desconhecido em rocha bruta, tendo ao centro um encaixe perfeitamente esférico de tonalidade amarela cujo diâmetro é de dez centímetros, aparentando se tratar de uma espécie de encaixe talvez para a acoplagem de um outro mecanismo desconhecido qualquer. (FOTO: Anthony Sakovich Megaliths)


O disco de Seb-Hu recebeu dos egiptólogos as mais diversas atribuições, tais como "um pedestal", "um vaso ornamental", uma "lamparina ritualística", assim como muitas outras frustradas tentativas no sentido de explicar aquilo que é inexplicável - principalmente qual tipo de tecnologia foi utilizada para elaborar isso e qual teria sido a sua verdadeira finalidade. A explicação mais honesta certamente proveio do seu próprio descobridor, Sir Brian Walter Emery: - Não se conseguiu nenhuma explicação satisfatória sobre o curioso desenho deste objeto. Já Cyril Aldred chegou à conclusão que devido ao seu desenho e estrutura, poderia ser a reprodução de UM OBJETO METÁLICO MUITO MAIS ANTIGO! Há suspeitas que essa reprodução possa, de fato, ter sido uma maneira de preservar a lembrança de parte de um mecanismo muito mais complexo e de origem inteiramente desconhecida. Curiosamente, você sabia que esse objeto que tem uma idade superior a 5 mil anos é incrivelmente semelhante à parte de um moderno mecanismo fabricado pela Lokheed e destinado a trabalhar no interior de mísseis teleguiados? (FOTO: Jon Bodsworth, The Egypt Archive)


Tudo é mesmo muito estranho! Tutankhamon, último faraó da XVIII Dinastia e soberano de uma linhagem predestinada no trono do Egito desde os misteriosos primórdios da sua civilização, era também pertencente a uma estranha raça cuja origem, segundo as Tradições, descendia dos "antigos divinos", uma estranha raça que veio de algum lugar ainda não inteiramente identificado e que foi a responsável direta pelo súbito e espantoso progresso que veio a transformar pastores nômades, rudes e primitivos na maior e mais duradoura de todas as antigas civilizações conhecidas. Muitos mistérios, contudo, ainda envolvem esse intrigante personagem:


E será que você também conhecia o fato de que uma jóia encontrada na tumba de Tutankhamon ostentava uma rara pedra preciosa cuja origem NÃO ERA DESTE MUNDO? Pois é! E foi somente no recente ano de 1996 que o mineralogista italiano Vicenzo de Michele viu no Museu do Cairo em uma jóia que pertenceu àquele faraó uma pedra estranha e sobretudo incomum, dotada de tonalidades verde e amarela, da qual se constatou ser um curioso mineral MUITO MAIS ANTIGO DO QUE A PRÓPRIA CIVILIZAÇÃO EGÍPCIA! Levantaram até a hipótese de que essa rara pedra poderia ter sido criada na natureza mediante a vitrificação decorrente do impacto de um meteoro.... Mas até hoje os satélites mostram que não há quaisquer sinais de quedas de meteoros, antigos ou recentes, em todo o território do Egito! O químico austríaco Christian Koheberl, por sua vez (e um dos que examinaram essa curiosa peça arqueológica), atestou que tal pedra somente poderia ter sido formada mediante temperaturas extremamente elevadas, muito mais poderosas do que aquelas geradas por uma explosão nuclear, na verdade 10 MIL VEZES MAIORES! E, acrescentamos nós, se não foi gerada por um meteoro, fica claro que essa pedra é artificial e veio mesmo diretamente do espaço sideral - muito possivelmente trazida desde um outro mundo mais distante pelos antigos "deuses"!


E aquele que porventura contemplar com a devida atenção as estátuas dos soberanos egípcios mais importantes e antigos certamente ficará intrigado com a sempre insistente imagem daquilo que portam: o curioso objeto cilíndrico que as suas mãos seguram.....


..... Pois, muito embora aparente se tratar de suportes para fixação das estátuas, a verdade não é bem essa. Tratava-se, porém, de um misterioso artefato sempre portado e sempre em poder dos mais antigos soberanos egípcios - portanto os soberanos e herdeiros de uma antiga Tradição e predestinada estirpe - precisamente um curioso objeto cilíndrico denominado "O Bastão de Hórus"!


Os quais também aqui podem ser vistos, representados nessa peça em exibição no Museu do Cairo e denominada "A Tríade de Miquerinos", faraó da IV Dinastia, cerca de 2503 Antes de Cristo.


Hórus, "O Falcão Celeste", na Tradição Egípcia "O deus do céu dos antigos tempos" - talvez uma denominação que deva ser literalmente levada ao pé da letra - por vezes associado à forma LEONINA, foi também, durante as primeiras Dinastias, o patrono da arte de forjar metais. Note-se a representação do Disco Alado nas asas, como também os mesmos bastões situados nas suas garras!


É tudo mesmo muito metafórico, além de altamente revelador, quando se trata do misterioso Hórus. Essa parte, em especial, de um antigo texto hieroglífico em homenagem a ele nos diz: - "Quando as fundações forem reveladas, o disco se erguerá". E, por falar nisso, observe atentamente o sinal determinativo, associado ao "DISCO"! E podemos garantir que não existe qualquer sinal hieroglífico tradicional nesse sentido e, portanto, esse sinal sendo determinativo (isto é, autoexplicativo) é tão peculiar que fala por si próprio.


Aliás, a nossa modesta tradução entretanto revela que nessa parte faltou na tradução oficial algo que está bastante explícito: "MAS EN PET UBEN.... (?)" ou seja, "NASCIDO (OU ADVINDO) DO CÉU SE ERGUE O DISCO".


Muito sutil mesmo! E em poder do Metropolitan Museum, aqui vemos dois exemplares do "Bastão de Hórus", os quais pertenceram a Pepi II, faraó da VI Dinastia, cerca de 2184 Antes de Cristo. Estaria você surpreso com o "recheio" dos mesmos, vistos na parte superior? Pois é, não se sabe exatamente que materiais eram mesmo esses e para que exatamente serviriam operando nos interiores dos tais bastões. Mas.....


..... Talvez a resposta tenha sido encontrada somente em 1999 pelo Dr. Valery Uvarov, chefe do Departamento de Pesquisas Ufológicas, Paleociêncas e Paleotecnologia da Academia de Segurança Nacional da Rússia, o qual testou exaustivamente os tais "Bastões de Hórus" egípcios e até mesmo os reproduziu mediante o emprego de moderna tecnologia (foto). Segundo seus estudos permitiram concluir, eses objetos serviam para harmonizar o que os antigos egípcios chamavam de BA e KA, e hoje chamaríamos de Ying e Yang. De maneira extraordinária, eles atuam sobre o psiquismo e sobre a fisiologia humana, sendo, ainda, dotados de poderes altamente curativos, uma vez que é sabido e cientificamente comprovado que grande parte das doenças e dos distúrbios psíquicos, emocionais e orgânicos decorrem de um desequilíbrio entre as forças desconhecidas, consideradas positivas e negativas, que atuam sobre o nosso organismo. E não se trata de mera especulação ou abstração: a eficácia dos "Bastões de Hórus" foi igualmente comprovada e atestada pelo Dzhanelidze First Aid Scientific Research Institute! E até mesmo a Polyclinic of the Medical Centre of the Administration of the Russian Federation, de Moscou, comprovou através de experiências com o EEG (Eletro Encefalograma) que a utilização dos "Bastões de Hórus" espantosamente interagem diretamente com o cérebro humano, proporcionando: - uma suave mudança na atividade bioelétrica do córtex cerebral com redução na assimetria entre os hemisférios na seção anterior do ritmo Alpha, mediante uma freqüência de 10 Hz, além de produzir atividades Betapolimórficas que crescem em amplitude em todas as área do córtex cerebral!


E, o mais importante de tudo: incrivelmente, OS BASTÕES DE HÓRUS SE SINTONIZAM COM A FREQÜÊNCIA DE VIBRAÇÃO PLANETÁRIA DA TERRA - precisamente a chamada "Eigenfreqüência", a qual impulsiona e sustenta a PRÓPRIA VIDA NO NOSSO PLANETA! Assim, tanto nas maravilhas do radiante Universo estrelado que nos cerca, as quais atestam a inegável existência de Deus, quanto já a um nível microcósmico encontrados nos intrigantes vestígios de uma extemporânea tecnologia que nos chega de um passado remotíssimo e obscuro, temos que forçosamente admitir que Voltaire tinha toda razão quando escreveu que nunca se poderá conceber que exista um relógio sem que tenha pré-existido a presença de um relojoeiro! Mas, em particular e no caso da existência de toda essa fantástica tecnologia - fantásticos "relógios" advindos de um passado desconhecido e muito distante - QUEM exatamente teriam sido esses "relojoeiros"?







Total de visualizações de página

Página FaceBook