BARRA ANIMADA


Translate

SEJA BEM VINDO


BARRA 2


Mensagem


A Frequência Fotônica Pleiadiana e a Nova Era do Fóton


quarta-feira, 5 de agosto de 2015

O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 230 EFEITOS COLATERAIS



""Mas o limite entre ficção e a realidade científica tem-se tornado cada vez mais tênue, quase como se a primeira fosse uma introdução à segunda" (Charles Berlitz - Atlântida, o Oitavo Continente)





A exploração espacial é, sem qualquer dúvida, uma nova e muito promissora possibilidade para o homem terrestre. Conhecer outros mundos, contactar outras civilizações, ampliar os horizontes mentais e espirituais, e assim por diante, são apenas algumas das múltiplas benesses das quais poderemos um dia vir a desfrutar. Contudo, e apesar de todo o nosso ainda modesto avanço tecnológico, certos setores ainda tentam esconder do grande público o fato de que não somos a obra-prima de toda a Criação de Deus e, principalmente, a grande verdade de que absolutamente não estamos sós nessa incomensurável vastidão estrelada que nos cerca! Toda causa tem um efeito e vice-versa. Assim, por mais que escondam tais fatos da humanidade, as evidências surgem, a cada dia que se passa, mais e mais clamorosas e gritantes. Acima, por exemplo, você vê três inegáveis pirâmides. E além de tudo perfeitamente alinhadas, não? Claro, tal como aquelas três situadas em Gizé no Egito. Só que elas estão situadas...No solo de MARTE! Este é um fragmento ampliado de uma foto da NASA e a imagem mostrada não deixa margem a quaisquer dúvidas. Muito embora afirmem que tudo isso não passaria de meros jogos de sombras, ou trabalhos da erosão marciana, os "efeitos colaterais" que os desmentem se manifestam contra eles mesmos.... E, muito paradoxalmente, sempre graças a eles mesmos!


Não adianta mesmo esconder o óbvio. O livro mostrado acima, de autoria do notável e altamente conceituado Dr. Ivan T. Sanderson, tem o título de "RESIDENTES INVISÍVEIS - A REALIDADE DOS UFOS SUBMARINOS". O Dr. Sanderson passou quase toda a sua vida pesquisando os intrigantes mistérios do Triângulo das Bermudas, bem como outros pontos "malditos" do nosso planeta onde os UFOS parecem nutrir uma especial preferência pelos nossos oceanos, evidentemente tendo por lá as suas bases secretas. Nesses locais tornam-se notáveis as distorções de natureza eletromagnética, as aberrações de tempo e espaço e, notadamente, os inexplicáveis desaparecimentos de navios, aviões e seres humanos.


Janeiro de 1967: sobre o lago Saint Clair, um OSNI fotografado por Grant Jeroslaw quando em alta velocidade emergia das águas. Os oceanos, a fronteira misteriosa e ainda inteiramente inexplorada do nosso planeta, cobrem setenta por cento do globo. E que lugar melhor do que esse para criaturas de um outro tempo e de um outro espaço se infiltrarem aqui, sem despertarem maiores suspeitas, a não ser causar alguns efeitos colaterais quando colocam em operação a sua poderosa tecnologia?


Os tais efeitos colaterias podem por vezes ser ainda mais perigosos do que simples aberrações magnéticas. A presença alienígena no nosso mundo forçosamente implica na própria necessidade de sobrevivência dessas desconhecidas criaturas. As mutilações de animais continuam em todas as partes do planeta, sem que se consiga qualquer tipo de explicação para elas. A não ser aquela que diz respeito às técnicas cirúrgicas totalmente avançadas e desconhecidas as quais extraem órgãos internos e sangue, literalmente drenando todo o corpo das vítimas. Em síntese, algo que NÃO É MESMO DESTE MUNDO!


Nesta outra imagem, vemos a carcaça de um bovino tão drenada, esvaziada a tal ponto que quase se confundia com a vegetação dominante no local!


Este é o mapa de localização do Lago Baikal, uma das regiões da Terra (além de Porto Rico) onde se manifestam as aparições de UFOS com maior intensidade. Ao mergulharem e emergirem das águas, tornam-se então USOs (sigla em Inglês para Unidentified Submarine Objects). Por sua vez, sabe-se que mergulhadores militares a serviço do Ministério da Defesa da antiga União Soviética, se depararam com a existência e estranhas criaturas meio-humanas se movimentando nas profundezas daquelas águas, sem utilizarem quaisquer equipamentos para mergulhos, a não ser uma espécie de capacetes. Alarmado com isso, um comandante militar ordenou aos seus mergulhadores a captura de uma dessas criaturas, tendo sido uma equipe despachada com essa exclusiva finalidade. Quando os mergulhadores finalmente lançaram uma rede sobre uma daquelas entidades, o grupo inteiro foi violentamente arremessado à superfície através de uma força desconhecida e descomunal, isso sem qualquer medida de descompressão o que causou severos danos à saúde deles, tornando todos inválidos e resultando na conseqüente morte de três desses mergulhadores!


Aqui, a foto de um deles quando sem a menor cerimônia mergulhava no Lago Baikal. Nesse caso em particular,o Efeito Colateral foi que a Marinha Soviética, cansada dessa afronta, resolveu um dia cercar com uma de suas unidades de combate um objeto submarino não-identificado de grande porte que tranqüilamente desfilava sob a superfície do Baikal. O resultado de tal frustado combate foi a resposta hostil do USO mediante a total destruição da belonave militar, com a conseqüente perda de dezenas de vidas. Daí para a frente, e muito prudentemente, as autoridades russas acharam melhor fingirem que nada está acontecendo por lá. Nada demais nisso, pois também na Ucrânia submarinos soviéticos eram perseguidos e atacados por outros "submarinos não identificados" , descritos como máquinas esféricas que se locomoviam sob a superfície em altíssima velocidade para depois ascender aos céus!


Cientistas russos acreditam que certas inusitadas formas de vida, as quais de quando em vez são descobertas, possam ter chegado ao nosso planeta desde o espaço exterior, o que não é de todo improvável. Por outro lado, as distorções magnéticas e eletromagnéticas provocadas pelas intensas movimentações dos UFOs poderiam abalar o equilíbrio da Natureza, propiciando assim o surgimento de certas mutações totalmente descontroladas e fora dos tradicionais padrões conhecidos.


Essa curiosa criatura marinha é um exemplo típico. Uma espécie que repentinamente surgiu nos oceanos tal como que vinda do nada!


Aparentemente, trata-se de uma criatura dócil, conforme se depreende pela foto acima, na qual um mergulhador mais destemido até mesmo ganha um "beijinho". Note-se, pela presença de um filhote, logo abaixo, que essa bizarra espécie está se reproduzindo.....


...... E que além do mais é um tipo de criatura que atinge imensas proporções! De onde, então, teria vindo essa coisa?


Os efeitos colaterais continuam a atormentar os céticos. Essa é uma antiga imagem do famoso monstro do Lago Champlam, no Canadá, logo rotulada como "fraude" ou "montagem" pelos tradicionalistas ortodoxos da Ciência, sempre avessos a encarar a realidade e a admitir quaisquer evidências contidas nos fatos....


Porém, e apesar deles, o tal monstro do Lago Champlam ainda continua aparecendo e sendo fotografado pelas atônitas testemunhas. A perpetuação dos remanescentes de alguns antigos animais dos tempos pré-históricos até os dias atuais é algo igualmente considerado como "lendas ou embustes". Mas até que ponto?


Até o ponto em que a conceituada Rede de Televisão ABC mostrou as surpreendentes e além de tudo inegáveis imagens tomadas de bordo de um pequeno barco, na qual o enorme pescoço do monstro do Lago Champlam se torna intensamente nítido e visível!


Aqui, uma outra imagem nos mostra até mesmo o prolongamento da pata do animal, possivelmente um Plessiossauro - claro que o descendente de um animal considerado extinto há muitos milhões de anos, que de alguma forma desafiou o tempo!


Mas, quê realmente é o Tempo, a não ser uma ilusão e um mero ponto de referência criado por nós mesmos? Esse é um desafio que os verdadeiros cientistas de vanguarda tentam decifrar, já admitindo como perfeitamente possíveis as viagens através dele, tanto para o passado quanto para um futuro distante. Basta apenas e tão-somente desenvolver e alcançar a tecnologia necessária, o que, por sinal, não está muito longe de acontecer. (IMAGEM: National Geographic)


Na Seção "004 VIAGEM", dos classificados de um certo jornal norte-americano, há alguns anos atrás surgiu esse curioso e além de tudo bizarro anúncio, o qual textualmente diz: "Procuro: alguém para voltar no tempo comigo. Isso não é uma piada. Você será pago quando retornarmos. Deve trazer as suas próprias armas. A segurança não é garantida. Já fiz isso uma vez antes.....". Não é mesmo muito sutil? Haveria, então, viajantes do tempo entre nós? A resposta parece que é SIM - só que eles não seriam do nosso próprio tempo atual! E como o tal misterioso sujeito que colocou esse anúncio bem o disse, "a segurança não é garantida". Justamente porque acidentes podem acontecer! Aliás, a nossa História nos demonstra que certos personagens muito estranhos e situados em conhecimentos e tecnologia para muito além do tempo em que surgiram, deixaram muitas pistas que traíam a sua verdadeira natureza de viajantes temporais - ocasionalmente perdidos em um outro tempo o qual visitavam. Por outro lado, o tal anúncio além de dizer que o sujeito "já fizera isso antes", pede que o seu eventual acompanhante carregue armas nessa outra viagem ao passado. Por que? A resposta parece bastante lógica: EFEITOS COLATERAIS! Você pode viajar no tempo, dotado de boas ou más intenções - porém sem JAMAIS alterar qualquer evento pois isso forçosamente refletir-se-á no futuro, e talvez com conseqüências desastrosas. Quem leva armas pode, por exemplo, assaltar um banco ou um trem no Velho Oeste (e sem deixar quaisquer pistas) uma vez que o armamento moderno lhe daria estupenda vantagem, aliado ao alto poder de fogo contra o qual não haveria resistência à altura. Se eventualmente se vingar de alguém, matando-o no passado, toda a sua família, e até mesmo você, poderiam de alguma forma ser afetados!


O tempo é mesmo relativo. O notável cineasta e pesquisador James Cameron, autor de TITANIC, afirma ter provas concretas que essas urnas e os restos mortais nelas encontrados pertenceram a Jesus Cristo, sua ESPOSA Maria Madalena, a um FILHO do casal e também à Virgem Maria! O documentário que será apresentado pelo Discovery Channel, cujo título será "A Tumba Perdida de Jesus", é baseado na descoberta efetuada no ano de 1980 em Talpiot, Jerusalém. Nessas urnas funerárias estão claramente inscritas as frases "Yeshu Ben Yossef" (Jesus, Filho de José), Yehuda Bar Yeshu" (Judas, Filho de Jesus), "Mariamente e Mara" (nomes relacionados com Madalena e Maria), além de um certo Mateus, também relacionado com a família. Apesar disso, tal afirmação foi contestada por Amos Kloner, o próprio arqueólogo que efetuou a descoberta das urnas, o qual declarou se tratar apenas de uma sepultura judia para enterros, e que tais nomes que nelas aparecem, muitos comuns nos tempos bíblicos, são apenas "meras coincidências". Mas terá sido mesmo? Andrey Feuerverger, Professor da Universidade de Toronto, afirma que a possibilidade dessas "coincidências" é muito remota, na verdade de 600 para 1, para se tratar de um mero acaso! E qual seriam os Efeitos Colaterais se fosse provada a autenticidade desses achados? Em primeiro lugar,a derrocada total de todos os pilares do Cristianismo. Em segundo lugar, os episódios da Ressureição de Cristo e da sua Ascensão aos céus também cairia por terra, uma vez que seus restos mortais teriam sido encontrados. Além disso, SE a Ressureição não tivesse existido NÃO EXISTIRIA O CRISTIANISMO! Em terceiro lugar, a análise do DNA dos restos mortais supostamente pertencentes a Maria Madalena DIFEREM da família ali sepultada, tudo assim sugerindo uma relação matrimonial com Cristo! Em terceiro lugar, o quê dizer da existência de um FILHO resultado dessa união? Não há mesmo muita coisa a se dizer, uma vez que tudo isso já era suspeitado há muito tempo, diante das inúmeras evidências baseadas em documentos autênticos da época, evidentemente suprimidos e considerados apócrifos pelas Autoridades Cristãs. E ainda tem mais: alguns estudiosos e pesquisadores, por sua vez, sugerem que o episódio da Ressureição pode de certa forma ter sido bem mais autêntico do que se imagina, pois afirmam que Jesus Cristo PODIA MOVIMENTAR SEU CORPO ENTRE AS DIMENSÕES. E se assim foi, estaríamos diante de uma outra inegável evidência: ou Ele era um viajante do tempo, ou então se tratava de um "forasteiro", uma entidade de natureza puramente extraterrestre! (FOTO: AFP)








O que Sabemos não é tudo que Existe - Parte 229 CÓSMICAS CONEXÕES



"Não há nada de novo sob o céu que nos cobre; somos apenas uma idéia pálida daquilo que ja foi um dia a palavra civilização" (Encarnación Zapata Garcia - Ufóloga, pesquisadora e escritora espanhola de projeção internacional)




Uma velha piada do mais puro humor negro nos conta algo bastante surrealista, acontecido nos loucos tempos do sangrento Império Romano. Como se sabe, os primeiros Cristãos foram impiedosamente perseguidos pelos tiranos imperadores e uma das diversões favoritas dos nobres e da turba ululante em geral era justamente queimá-los em fogueiras de modo a iluminar os espetáculos do famigerado Coliseu ou, então, oferecê-los como comida aos vorazes leões em meio a cenas cruéis e dantescas do mais puro horror. Diz a tal história que algo praticamente proibido e impossível acontecera: um tribuno romano apaixonou-se perdidamente por uma bela moça cristã. Seu romance era mantido às escondidas até um dia que esse oficial romano teve a missão de capturar cristãos para os espetáculos do Coliseu. Quis o destino que em meio aos vários cristãos aprisionados estava a moça a quem amava, bem como toda a sua família. Em desespero, o jovem tribuno bem que tentou salvá-los mas o cruel imperador Nero estava inflexível: iam todos para os leões! Visitando as celas dos cristão cativos antes do espetáculo, o jovem tribuno acercou-se da sua amada e disse: - Não se preocupem, está tudo arranjado para salvar você e a sua família! - Estamos perdidos! Como iremos escapar? perguntou a aflita donzela. - Muito simples, respondeu o tribuno, tenho um ótimo plano. Um dos leões é meu amigo e secretamente cristão. Ele fingirá atacá-los, você se fingirão de mortos e então estarão salvos! Já está tudo combinado. A moça então perguntou, surpresa: - Mas COMO iremos achar o tal leão em meio a dezenas deles ferozes e famintos, destroçando todo mundo? - Simples, muito simples, respondeu o tribuno, basta procurar o leão cristão. Ele tem um crucifixo debaixo da juba!


Pois é! A grosso modo, também podemos fazer uma comparação com aquela infame piada. Debaixo da juba de um "leão" sempre vigilante e ávido por atacar, existem coisas altamente relevantes que a humanidade deveria saber e que dela são criminosamente escondidas. Os céticos e os ortodoxos da Ciência são precisamente aqueles que estão sempre prontos a atacar a verdade, mesmo que diante dos seus olhos "cegos", sempre rejeitando com veemência e a mais fina ironia as evidências cada vez mais gritantes, e assim negando tudo aquilo que jamais poderia ser negado. Debaixo da juba desse "leão", e por todos os cantos deste nosso pequeno planeta, iremos certamente encontrar surpresas e mais surpresas. Não somente na terra, como também no céu, no espaço sideral e no mar, essas evidências estão presentes, surgindo aqui ou acolá, cada vez mais intensas - como que de modo a fazer-nos despertar para uma outra e surpreendente realidade que nos cerca, como, por exemplo, os intrigantes e além de tudo muito simétricos e maravilhosos Crop Circles que surgem da noite para o dia em vastas áreas de plantações. Contudo, existem certas coisas ainda mais estranhas e inexplicadas do que isso:


Em meio aos pântanos da Flórida, região Leste dos EUA, essa curiosa espécie de múmia foi encontrada pelas autoridades policiais. Trata-se do corpo de uma bizarra criatura que foge inteiramente aos padrões humanos conhecidos. E sabe Deus há quantos milênios esteve soterrada em meio àquela região hostil e misteriosa! Dizemos isso, pelo fato de Miami (esta última cidade praticamente construída sobre a água), como também a Flórida, estarem banhadas pelo Oceano Atlântico, repletas de canais e pântanos onde até hoje habitam crocodilos e outros espécimes selvagens - assim como, por exemplo, acontece nos famosos Everglades. Lembremos que essa área se situa bem próxima do famigerado Triângulo das Bermudas e que essas atuais características desses dois Estados norte-americanos bem poderiam traduzir a antiga proximidade com uma área oceânica que afundara há muitos milênios - precisamente, quem sabe, a lendária Atlântida!


Aqui, uma visão mais aproximada das características faciais da inusitada criatura. Note-se o seu enorme volume craniano. Essa vasta área pantanosa é coberta de turfas, permitindo que um cadáver lá colocado, precisamente por sob elas, permaneça íntegro por séculos - espantosamente sem sofrer a ação da decomposição. A turfa é um material esponjoso, formado por restos de antigos vegetais em decomposição, produzido em áreas pantanosas e tornando escasso o oxigênio. Um fator que, aliado ao tanino sempre encontrado nas turfas, tem a propriedade de eliminar as bactérias e perfeitamente preservar os corpos..... A grosso modo, como se estivessem em uma câmara refrigerada! E se levarmos tal fato em consideração, podemos deduzir que pelo estado do corpo desse estranho ser, literalmente mumificado, ele ali teria ficado soterrado há milênios! Por outro lado, como foi encontrado em uma área onde freqüentemente ocorrem furacões e fortes movimentações costeiras, é bem possível que tenha sido trazido pelas marés, dessa forma sendo deposto nas regiões pantanosas próximas. Seja lá o que tenha sido, o fato é que tal coisa não é - de maneira alguma - humana! E se não é humana, o QUÊ exatamente seria, e DE ONDE exatamente teria vindo?


Pode haver muitas respostas! O misterioso e vasto mar nos precedeu quanto à vida na Terra. E por muitos milhões de anos continua sendo um enorme mistério, comprovadamente habitado por criaturas tão estranhas e tão exóticas que talvez, e desde essas épocas imemoriais, tenham se adaptado, se reproduzido e assim perpetuado as suas existências nas profundezas abissais onde nem mesmo a luz do Sol consegue penetrar! Porém, de quando em vez, uma dessas criaturas surge para contrariar os teóricos do conformismo, sempre avessos a qualquer coisa que venha a contrariar tudo aquilo que julgam solidamente estabelecido e intocável. Lulas gigantes (foto), serpentes marinhas, tubarões colossais, animais pré-históricos considerados "extintos", bem como outras tantas bizarras criaturas, fazem parte de uma série das mais clamorosas evidências que honestamente jamais poderiam ser desprezadas..... Como também certas outras coisas talvez "meio-humanas", ou por vezes nem tão humanas assim:


Pois, existem mesmo muitas e muitas outras coisas desconhecidas que não são humanas mas que igualmente habitaram - e AINDA habitam - o nosso planeta sem que sequer suspeitemos que elas existiram, ou existam! A conceituada PRAVDA, Agência OFICIAL de notícias russa (o que, portanto, não pode se tratar de um embuste) surpreendeu o mundo científico com essa recente notícia: pescadores da região russa de Rostov, capturaram nas suas redes em dezembro de 2006 no Mar de Azov essa estranha criatura, filmada por um deles através do seu telefone celular. Além de a bizarra criatura representar uma espécie completamente desconhecida, esse filme nos mostra outras coisas verdadeiramente surpreendentes:


Como, por exemplo, que existiam no seu corpo prolongamentos semelhantes a braços!.....


...... Da mesma forma que dois outros prolongamentos inferiores nos lembram pernas!


A estranha criatura denotava pertencer a um mundo e a um ambiente essencialmente aquático, uma vez que a sua longa cauda era semelhante às dos peixes!


Todavia, para um bom observador, logo se pode ver que essa criatura, apesar de pertencer ao mundo aquático, não era provida de guelras. Ademais, POSSUI COSTELAS COMO AS DOS SERES HUMANOS, perfeitamente visíveis neste frame. Note-se, também, a separação delas com a região abdominal!


E mais: a inusitada criatura era dotada de SEIOS, um ser adaptado ao ambiente aquático e MAMÍFERO, tal como as baleias e os golfinhos, porém totalmente DESCONHECIDO e não catalogado nos convencionais tratados de Biologia - e, além disso, aparentemente se tratando de um espécime fêmea!....


....... O que se comprova pela sua aparente região genital feminina - externa e bem visível nesta imagem!


E aqui vemos um close do rosto da criatura. Grandes olhos oblíquos, lábios protuberantes e grossos - uma aparência assustadoramente quase que humana! Contudo, não era humana. O quê seria então? Obviamente uma espécie desconhecida. Mas QUE tipo de espécime?


O mais bizarro de tudo é que o estranho ser, pesando cerca de 100 quilos, apesar de os pescadores de Rostov (talvez não sem uma certa razão) tê-lo rotulado como sendo uma criatura alienígena, não puderam resistir à fome e à tentação e..... comeram-no sem qualquer hesitação! Aos desapontados Ufólogos e Cientistas que quiseram saber mais detalhes sobre o caso, os rudes pescadores disseram que não se assustaram com a estranha aparência daquele exótico "pescado" e até mesmo um deles chegou a declarar que aquele "fora um dos mais deliciosos pratos que tinham comido"! ARGHHH, Pode até ser, desde que estivessem com o "tanque cheio" de Vodca, não? Mas, o certo é Andrei Gorodovoi, Diretor do Serviço de Fenômenos Anômalos Russo (e não é mesmo muito sutil que os russos tenham um "Serviço" dessa natureza?), declarou que a criatura mostrada nesse curto vídeo era um ser anômalo, podendo ser perfeitamente classificada como UMA FORMA EXTRATERRESTRE DE VIDA! Gorodovoi, para quem existem muitas lendas sobre sereias vivendo no Mar de Azov, rejeitou ainda que nesse caso em particular se tratasse de uma "sereia". E para um bom entendedor, um pingo se torna letra: se outras criaturas parecidas com essa habitam as lendas do Mar de Azov, sendo confundidas com sereias, é lógico que alguém já as viu, assim alimentando as tais "lendas" que, ao que tudo indica, não seriam mesmo lendas no verdadeiro sentido da palavra. Então, podemos supor que lá por baixo existam mesmo outros seres semelhantes, vindos sabe-se lá de ONDE e quando, vivendo em uma colônia submarina e devidamente adaptadas ao ambiente aquático da nossa pequena porém muito misteriosa TERRA!


Ufólogos russos não descartam a possibilidade de OUTRAS FORMAS DE VIDA estarem vivendo sob as águas do Mar de Azov. Teria sido uma antiga colonização do nosso planeta? Seres vindos de longe, talvez em tempos muito remotos e de um mundo essencialmente aquático, que aqui teriam encontrado condições propícias para se instalarem? Tudo é mesmo possível! Em contrapartida, alguns Cientistas e até mesmo alguns Astrônomos mais radicais, ainda apegados aos seus velhos dogmas e às suas crenças jurássicas, insistem em afirmar que toda a vastidão incomensurável do Universo foi criada apenas para propiciar a vida na nossa pequena Terra - um ínfimo grão de pó em meio à vastidão estrelada composta por miríades de estrelas e sistemas planetários - inúmeros deles certamente habitados por civilizações muito mais antigas, infinitamente superiores e muito mais avançadas do que a nossa! (FOTO: NASA)


E Por todo o Espaço sideral existem vestígios nesse sentido. E assim como tantos outros vestígios, um deles você pode ver acima, nessa INTRIGANTE foto tomada pela sonda Galileo da NASA sobre Europa, uma das Luas do planeta Júpiter.....


..... onde no seu detalhe devidamente ampliado, podemos ver nada menos aquilo que foi descrito como uma ESPAÇONAVE triangular pousada na sua superfície! Em outras palavras, não estamos sós no Infinito estrelado que nos cerca. Civilizações muito mais antigas do que a nossa percorrem desde muito o espaço sideral e, dessa forma, nem mesmo nos é dado saber se somos os primeiros aqui estabelecidos, e muito menos ainda se somos os exclusivos habitantes deste nosso (mas será mesmo nosso?) pequeno mundo!






Total de visualizações de página

Página FaceBook